[Momento Yes We Can] O Mito da Sorte (E Como Ela NÃO Se Aplica)

“Meuuuu que sorte você tem, é um dos meus sonhos ir ao Japão, estou ansioso para que você descreva como é lá,  Bjos e Boa sorte!”

Esse foi ums dos comments que recebi aqui no blog, super fofo e bem intencionado. Brigada pela visita, Carlos! Aliás, obrigada a todos que estão comentando! É gostoso receber comments. E sei que vou gostar mais ainda quando estiver fora e sem quase ninguém pra conversar em português 8D

Mas algo me chama atenção, nesse comentário e em outros que já li/ouvi: esse lance de “que sorte, sempre quis conhecer o Japão!”

Já que ainda não fui viajar mas não quero deixar a peteca do blog cair até lá, me darei ao luxo de discorrer em discussões metafísicas inspiradas por escólios deixados nesta humilde página…/táparay. XD

Falando sério, agora!

Sei que é meio off-topic, mas achei que valia a pena falar um pouco desse lance de “sorte”.

No verbete da wikipedia sobre “Sorte” (muito bom, aliás, coisa rara na wikipedia em português), uma das primeiras coisas que fala é que essa palavra é quase um sinônimo pra “Destino”. Em outras palavras, “Deus quis”, ou “simplesmente aconteceu”. Só que eu não acredito que as coisas aconteçam de forma aleatória ou porque uma vontade acima da nossa tenha programado.

Porque isso seria muito, muito fácil.

A sorte não vem sozinha; pra atraí-la, é preciso esforço.

Por exemplo, “sorte” seria se eu tivesse ganhado o WCS. Estou tentando há 5 anos, peguei 2º lugar duas vezes seguidas. Certamente, por um ponto de vista, já é uma honra só de estar entre os primeiros colocados; mas um grande azar só ficar batendo na trave, por outro lado.

Aliás, o WCS é um bom exemplo de sorte versus esforço. Todos os concorrentes tem condições de ganhar; a “sorte” (a somatória da opinião de cada juiz) diz qual das duplas é a escolhida pra representar o Brasil em terras nipônicas. Mas é o esforço de cada dupla que as coloca na final brasileira pra disputar o título.

No caso dessa viagem, optamos por organizá-la justamente porque minha “sorte” no WCS  não tava ajudando muito, por mais que eu me esforçasse ^^”

Por isso estamos nos organizando há muito tempo pra conseguir realizar essa vontade de conhecer o Japão, por outras vias que não um concurso. Uma viagem que não está saindo de graça, por sinal =p  Só está sendo possível realizá-la porque nos esforçamos muito pra mostrar serviço e lutar  pra merecer a confiança do pessoal da MSP.

Aliás, essa diferença entre sorte e por esforço é o maior hiato entre comics e mangás, a meu ver. Podem perceber que quase todos os super heróis receberam seus poderes por acaso; picado por aranha radioativa, exposto a raios gama, nascido com gene X, o escambau. Ele primeiro se torna, pra depois aprender — aprender a lidar com seus poderes, lutar contra o mal, whatever.

Até dá pra encontrar isso em alguns mangás; mas a esmagadora maioria fala sobre gente que quer treinar (se esforçar) pra chegar a algum objetivo. O cara treina, apanha, se ferra, é humilhado, os caras de nível superior zoam com a cara do infeliz… e tudo isso ele interioriza e transforma em aprendizado e inspiração pra crescer e chegar à sua meta de ser o maior ________ (insira aqui : lutador, ninja, cozinheiro, cavaleiro, músico…). Ele primeiro aprende pra depois se tornar. *

E sem dúvida essa é uma das razões pra eu me identificar mais com mangás que com comics.

(E isso daí é reflexo da cultura ocidental e oriental; a maioria das religiões ocidentais por exemplo acredita num ser todo-poderoso que está por trás dos acontecimentos, enquanto as religiões orientais crêem muito mais em karma, ou seja, que nós mesmos somos responsáveis pelo que fazemos com nossa vida).

Enfim, não quero com isso me comparar com o Naruto ou o Ryu =p  Só estou dizendo que é muito mais inspirador saber que se esforçando pode-se chegar aonde quer, ao invés de ficar esperando a conjunção dos astros te dar uma forcinha.

A sorte existe. Coisas boas acontecem de repente, sem esperar. Mas não é algo com que se possa contar; e se você não estiver disposto a se esforçar, ainda que a sorte apareça, nada garante que você vai aproveitá-la.

Ou seja, se seu sonho é MESMO conhecer o Japão, programe-se. Junte dinheiro, faça fianciamento, abra uma poupança, planeje-se.  Crie a sua oportunidade. Pode demorar. (Demorou ANOS pra mim). Mas se for uma prioridade, uma meta… com esforço, há de conseguir. =)

E isso vale pra qualquer coisa que se queira, não só pra viagens 😉

*Fim do Momento Auto-Ajuda*

*(Observação Polêmica: Pra não dizer que não falei das flores, em mangás estilo Pioneer Boy — Love Hina e Tenchi Muyo são ícones do gênero –, um carinha qualquer, geralmente loser, realmente dá “sorte” de ter trocentas garotas afim dele.,sem precisar mexer uma palha pra isso. Mas esse é o tipo de história já visando atingir a fatia de público otaku, que frise-se, no Japão significa um fanboy que NÃO se esforçou pra conquistar nada na vida, vínculos profissionais, sociais ou afetivos. Ou seja, é fanservice já visando um nicho; feito pra dar ao fã bitolado a ilusão de que aquilo, quiçá, poderia acontecer com ele. Não tentem isso em casa, crianças!)


Anúncios

15 Respostas to “[Momento Yes We Can] O Mito da Sorte (E Como Ela NÃO Se Aplica)”

  1. Alik Says:

    Oh, falou bonito Petra.
    Sabe que, fugindo um pouco do tema “viagem ao Japão”, mas falando de um assunto que você vai entender, eu acho que esforçar-se se aplica a tudo MESMO.
    Quando eu parei de pensar que algumas coisas eram “caras demais”, eu resolvi entrar pro hobby que me fez conhecer você. Isso prova que, esforçando-se, a Gente SÓ TEM A GANHAR. :>

    • Petra Says:

      Mas é isso mesmo, Alik! Concordo plenamente com você!

      Mesmo falando do nosso hobby, eu também já passei muita vontade… e me esforcei muito pra fazer coisas acontecerem e alcançar coisas que queria. Sei que com você foi assim também =)

      Dizem que sorte é estar no lugar certo na hora certa. Eu acho que tudo começa com você se levantando e correndo atrás de tentar estar nesse lugar na hora ;D

  2. Ronaldo Gogoni Says:

    Bem dito, garota.
    Tudo nessa vida é uma questão de esforço, sorte e um pouquinho de fé também. Nada cai do céu, é preciso querer e fazer acontecer.

    É o mesmo caso da piada do garoto que reza a Deus: “Senhor, por favor, me faz passar na prova na Matemática”! Lá pela 10ª vez que ele repete o pedido, Deus manda um livro pra ele e diz: “Primeiro estude. Faça sua parte que eu faço a minha!”

    Não vou desejar sorte, parabéns pelo esforço conjunto que os permitiu realizar este desejo antigo! E que você e o Marcelo se divirtam bastante por lá!

    P.S.: aproveita e vai num show do H!P, que outra chance dessas… XD

    P.S. 2: e já linkei seu blog lá no meu.

    • Petra Says:

      Hehe, é engraçado ver você assinando como Ronaldo, CyberRam ;D

      E o exemplo que deu da prova é exatamente o que quero dizer! ^__^

      Obrigada por tudo e sim, eu queria muito ver um show das Morning Musume lá… mas não consegui informação nenhuma se vai rolar show no período em que vou ficar =/

      (Ah, e quedê o endereço do seu blog?)

  3. Íris Says:

    Você pode ter a sorte de estar no local certo, no momento certo e conhecer a pessoa certa, mas se todos esses fatores lhe resultam em algo muito bom, é porque você lutou para também ser a pessoa certa.

    Encontrar um grande diretor de novelas da Globo quando você acaba de se matricular no teatro não é sorte, sorte é encontrar o cara quando você já está arrebentando na interpretação!

    Sorte é achar um bilhete premiado hehehe

    • Petra Says:

      Ísis!! \o/ Que bom ver você por aqui!

      Pois é, mas é isso mesmo. A sorte existe, às vezes até de forma “pura” (encontrar o bilhete premiado — mas é raríssimo! Não é algo pra se contar!) Geralmente a sorte não se mantém sozinha, a menos que você trabalhe por isso.

      Você pode ter a sorte de encontrar um diretor quando está fazendo teatro, mas se não se esforçar, quem disse que o cara contrata? =p

  4. Xiko do Couto Says:

    Concordo com sua visão do destino. Como diria Einstein, Deus não joga dados com o destino. Sou budista afastado(o_O) e acredito mais em karma até que reencarnação. O lance manga e comics, é cultural mesmo, mas há exeções dos dois lados, Batman e Goku que as digam. A afirmação, por outrem, que sois sortuda(sái caboclo Machado!) é igual quando tu compra aquela traquitana(=gadget) que tú tava visando, e vem um e diz, Aê tá com dinheiro, sem saber quantos fins-de-semana tú ficou em casa pra economizar. Aproveite bem.
    良い旅をしたことが、すぐに戻ってくる。私は日本語が、Googleを知っているのか分からない。 ^ _ ^’

  5. Alex Says:

    Eu costumo dizer que só desejo sorte pra quem não tem competência para conseguir alguma coisa na vida.

    Por exemplo: duas pessoas concorrendo vagas para Medicina em uma universidade bem concorrida.
    O primeiro deles estudou MUITO e graças à esse esforço pessoal conseguiu sua vaga.
    O Segundo dos dois não se dedicou tanto, mas pela prova ser objetiva, acabou conseguindo uma vaga também.

    Sou professor e sempre que meus alunos vão fazer prova eu nunca desejo “boa sorte”, mas sim uma “boa prova”.

    Será que deu pra perceber?! ^^’

    O fato é que estar viajando agora é um mérito seu.

    Sorte seria se vc ganhasse na loteria e com isso pudesse pagar sua viagem…

    Enfim, queria poder ir tb, na verdade hoje acabei me apaixonando mais pela Coréia do Sul, mas o japão vai ser sempre um sonho de viagem.

    Ainda mais sendo um Turismólogo, como sou.

    Vou adorar acompanhar seus textos… e POR FAVOR!!

    MUITAS FOTOS… ^^~

  6. Vivian Says:

    Concordo totalmente com tudo que deixaste aqui.

    E com certeza, minha sorte NÃO vai ajudar muito quando esitver no WCS… mas né, vou pelo esforço, pelo menos vou tentar. Mas antes, vou passar em um terreiro, igreja, seita… qualquer coisa me que amenize o problema da falta de sorte -bem, no meu caso, azar brabo – pois ele é crítico mesmo. :l Chega a me prejudicar gravemente em tudo que faço.

    Teu exemplo merece ser seguido! 🙂
    {Na verdade, muitos exemplos teus, no geral, és uma pessoa de grande valor.}

    • Petra Says:

      Nhé, você tá sendo bondosa ^^” Tenho diversos defeitos, e inclusive falta de sorte crônica também, pra muita coisa.

      (Por isso tenho que acreditar no esforço, se deixar sempre por conta da sorte tou ferrada… XD)

      Não acho que eu seja “exemplo a ser seguido”, só acho que como aconteceu comigo, pode acontecer com qualquer um, é só ir atrás, ter paciência e se planejar. =)

  7. Ricardo R. Says:

    Bem, de tudo que eu li nada tenho a acrescentar… Mas desejo sorte por lá… Vai ver que precisa ^^

  8. Ronaldo Gogoni Says:

    Engraçado mesmo, né? O povo acostumou tanto com CyberRamses que quando eu coloco Ronaldo estranham mesmo! Mas é bom que, com o nick, eu evito as piadinhas graças ao palhaço do Zina!

    E estranho… normalmente o link apareceria no nome, mas meu blog atualmente é este aqui: http://cyberramses.wordpress.com/ – é mais voltado ao mundo tech, mas falo de tudo nele. Posts do meu outro blog foram importados para este.

    E show do MoMusu? Claro que temos, olha a agenda:

    3月19日(金)東京厚生年金会館(Tokyo)19:00
    3月20日(土)東京厚生年金会館(Tokyo)15:30/19:00
    3月 21日(日)東京厚生年金会館(Tokyo)14:30/18:00

    4月3日(土)びわ湖ホール(Shiga)14:30/18:00
    4 月4日(日)福井フェニックスプラザ(Fukui)15:30/19:00

    4月10日(土)大宮ソニックシティ(Saitama)15:30/19:00
    4月11日(日)千葉県文化会館(Chiba)15:00/18:30

    4月17日(土)中京大学文化市民会館(Aichi)15:30/19:00
    4月18日(日)中京大学文化市民会館(Aichi)14:30/18:00

    4 月24日(土)八戸市公会堂(Aomori)17:00
    4月25日(日)仙台イズミティ21(Miyagi)15:00/18:30

    4 月29日(木・祝)福岡サンパレス(Fukuoka)15:00/18:30

    5月1日(土)神戸国際会館(Hyogo)15:30/19:00
    5月2日(日)神戸国際会館(Hyogo)14:30/18:00

    5月4日(火・祝)中野サンプラザ(Tokyo)15:30/19:00
    5月5日(水・祝)中野サンプラザ(Tokyo)14:30/18:00

    Não sei se dá pra você assistir, mas em todo caso…

    Abração!!!

  9. Vivian Says:

    Mas eu digo exemplo no sentido de “não desistir”. Tu és muito persistente, esta é uma qualidade que poucos tem, e que deve ser sim, admirada e seguida.

  10. Yuna Says:

    Falou muito bem, Petra… eu também não sou muito crente da sorte em alguns casos, acho também que é muito mais gostoso se esforçar pra conseguir algo e depois aproveitar ao máximo, porque aquilo saiu do nosso suor, do que ter a sorte de cair no nosso colo e acabar não tirando o melhor disso porque foi fácil demais. Sempre fica aquela sensação de que vai acontecer de novo e por isso não precisa se preocupar, sabe?

    Fora a realização pessoal né… imagino que você, apesar de todas as dificuldades deve estar ainda mais feliz de poder realizar seu sonho com o fruto do seu esforço, ou seja, é algo que ninguém nuuunca vai poder te criticar por isso, ou te cobrar. Você lutou e conseguiu, é um momento seu…

    Parabéns pela realização, um dia também vou conseguir isso, aos pouquinhos eu to galgando meu caminho também ^^

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: