Compras em Harajuku

Quando se fala em Harajuku, os olhos dos entusiastas do fashion geralmente brilham de cobiça. Quem curte estilo de vanguarda e visual alternativo sempre se liga no Japão, onde as tribos urbanas estão sempre criando estéticas diferentes; e geralmente é em Harajuku que esses estilos brotam e caminham pelas ruas pela primeira vez.

 A moda japonesa está… bem, na moda; e Harajuku é o bairro que sintetiza todos os estilos de moda urbana japonesa em barraquinhas, lojas e brechós.

 

Na estação de Harajuku, já começavam os outdoors de moda mais arrojada

Vale um adendo aqui: eu praticamente não vejo gente mal vestida no Japão. Os japoneses são MUITO conscientes e caprichosos na maneira de se vestir (é um orgulho!) Não importa o estilo, em geral as pessoas estão impecáveis dos pés a cabeça.

Inclusive coisas impensáveis para nóscomo cabelos com permanente, salto-agulha e cílios postiços (geralmente só usadas no ocidente para um visual dramático em passarelas e catálogos de moda) são usadas normalmente no dia-a-dia pelas japonesas. Cabelos enrolados, cílios alongados artificialmente e se equilibrando nos maiores saltos que já vi, elas parecem bonecas ambulantes. E geralmente estão de saia, não importa o frio que esteja fazendo…. tremem e batem os queixos, mas estão sempre deslumbrantes!

Tem quem não goste ou ache exagerada essa beleza “falsa”. Confesso que adoro! Tem um quê de pinup e é um glamour que a naturalidade brasileira nunca vai permitir normalmente em suas ruas. Pena…

Mas voltando à Harajuku…

Marcamos de nos encontrar com uma amiga lá, a Gislene, em uma quarta-feira, achando que poderia estar mais vazio… doce ilusão. Estava lotado como o inferno!

A Gi contou que até por isso ela andava evitando Harajuku, porque estava rolando casos sérios de tumulto na rua por causa de gente criando boatos via twitter do tipo “o famoso fulano está em Harajuku, vejam!” No final, não tem famoso nenhum e o pessoal se acumula, pisoteia, meninas desmaiam… =/

(Aliás, pelo que a Gi tava contando, se tem um lado mau dos jovens japoneses, é a maneira como eles usam a tecnologia pra juntar gente pra fazer o que não presta… mas isso fica pra outro post.)

Enfim, por causa desse acúmulo de gente, ficou quase impossível de tirar fotos com calma. A maior parte das fotos foi do Marcelo me stalkeando enquanto fazia compras XD (tava tentando achar itens de inverno em promoção, pois apesar da chegada da primavera, quando cheguei a Tokyo estava um frio de lascar! Mas com esse lance das japonesas não sentirem frio, não se achava quase nada…)

Loja de sapatos super bacanas... mas tudo caro. Snif =´(

Basicamente Harajuku é uma grande rua reta e infinita, coalhada de lojas de um lado de outro (como uma 25 de março fashion, vá XD) Me lembrou uma espécie da Galeria Ouro Fino plana. E os preços não eram muito diferentes… algumas lojas eram mais baratinhas, mas no geral, os preços variavam entre médio e muito caro.
Várias lojinhas de Harajuku são subterrâneas. na rua mesmo, só uma portinha, e então você desce e… tem toda uma dungeon te esperando (cheia de preços-armadilha!)
Pra quem quer uma dica, as lojas de preço mais acessível são as que cruzam com a rua principal. É lá que tem os brechós e lojas menores, com itens ainda asim fofíssimos por precinhos camaradas (foi numa dessas que torrei minha grana XD)
Mas lógico que as lojas mais chamativas e de estilos mais tchananans  ficam mesmo na rua principal.

Pra todos os gostos: loja punk no andar de baixo...

...E loja lolita no andar de cima

Aliás, apesar de ver gente muito estilosa circulando, vi pouquíssimas de estilos específicos. Vi apenas uma lolita true (lindinha demais, de mãos dadas com o namorad0) de passagem. Aparentemente, galera só se junta mesmo pra “fazer visual” e tirar fotos nos fins de semana. Com sorte, volto lá no fim de semana antes de voltar pro Brasil.
Por fim, devo dizer que apesar de muita opção de moda alternativa, vi que tem MUITA loja — a maioria, eu arrisco dizer — de estilos mais ousados, mas mais tradicionais por lá. O que tinha de mais alternativo era mesmo o estilo Kera e ‘punk’ (inclusive, graças a moda lançada por Nana, havia um brechó só com itens Vivieene Westwood a preços estratosféricos…
Também haviam muitas lojas de lingeries e acessórios, praticamente intransitáveis (foi numa dessas que fiquei de cara ao descobrir que as loose socks saíram de moda; agora as japonesas estão preferindo meias agarradinhas e discretas, com bordadinhos na canela, estilo escola inglesa…)
O mais louco também foi ver lojas de estilos que não faço a mais vaga ideia do que sejam. Recém-criados, talvez…?

Que estilo é esse...?

Num sei o que é, mas é muito louco.

Por fim, quando chegamos ao fim da rua, percebemos que no bairro existiam muitas outras lojas multinacionais e “certinhas”, como Benetton, Nike e etc. Harajuku é mesmo o bairro da moda; mas a nascente da mda local está ali, naquela ruazinha que parece não ter fim, mas como tudo que é bom, infelizmente, uma hora acaba…

Fim de tarde na avenida que marca o "fim" de Harajuku

Nesse post não deu pra parar e falar direito dos estilos que surgiram em Harajuku (nem teria como, são muitos pra pouco tempo que tenho a cada dia de viagem pra fazer posts XD) mas quem tiver curiosidade podem entrar no ótimo site Harajuku Lovers .

Está totalmente em português e é organizado pelas minhas queridas Kitty e Kao, cosplayers e lolitas lindas, que contam todos os detalhes da estética criada por esses japoneses e japonesas sagazes. Visitem! =D

Anúncios

11 Respostas to “Compras em Harajuku”

  1. maju Says:

    O____O Noooossa! Eu acho q essa é a parte da viagem q mais tem q por cadeado na carteira pra não torrar toda a grana né!XD
    Aquela segunda foto de estilos desconhecidos pra mim patecia um estilo toureiroXD
    Vc compro um vestido loli pa vc?
    ^___^
    Eu acho um orgulho mesmo ver q la se vestem tão bem! Qd vemos pessoas com classe assim aqui faz ate bem para os olhos hehehe

    • Petra Says:

      Então, nem comprei o vestido ainda… não consegui subir nessa lojinha, e o Marcelo e a Gislene tavam andando comigo o tempo todo, fiquei com dó de fazer eles irem em cada lugar que eu queria…

      E a loja que eu queria mesmo era a Angelic Pretty, não achei essa loja por lá, então deixei pra ir direitinho nela depois que descobrisse o endereço =/

  2. ~marii Says:

    tu acaba de realizar o sonho da minha vida ;_____;
    sério, moda japonesa é tudo.. não sei como podem ser sempre tão criativos.. tudo é lindo, perfeito.. até as japonesas que não usam um estilo alternativo usam roupas lindas =/~ isso me deixa estressada pq no brasil é quase impossível achar coisas assim de boa qualidade(pq lojas com roupas de estilos japoneses tem, mas a maioria é muito mal feita u.ú)

    beeeeeeeeeeijosss petra =*********~
    aproveita aí =D~
    e continue contando as novidades =)~

  3. Florisvaldo^_^! Says:

    Só pra constar: “(Aliás, pelo que a Gi tava contando, se tem um lado mau dos jovens japoneses, é a maneira como eles usam a tecnologia pra juntar gente pra fazer o que não presta… mas isso fica pra outro post.)” >> Lá como cá, né? Walcyr Carrasco que o diga…

    “e então você desce e… tem toda uma dungeon te esperando (cheia de preços-armadilha!)” E se fosse aqui, no fim da escada ia ter uma vendedora de tocaia, pulando na sua frente e sorrindo retardadamente “oiiiii, vamos levar o quê hojeeeee?” XD

    “Num sei o que é, mas é muito louco.” Acho que vi alguém com essa roupa aqui. No Sambódromo, em fevereiro. O_o

    Petra, vá no parque (parque?) onde junta toda aquela gente dos mais variados estilos; faça a versão brasileira do Fruits, go, go! XD

  4. Felipe Sanches Says:

    Que legal *-*

    Não é um lugar que eu visitaria no Japão, but still *-*
    Cara, deve ser tão legal ver gente estilosa pelas ruas C:

  5. Alik Says:

    D: D: D:
    Harajuku existe, geeente ;-; [?]
    Esse deve ser o lugar perfeito pra deixar todas as economias, embora eu acho que, no meu caso, ainda perderia mais dinheiro em Akihabara XD

  6. Ronaldo aka Cyber Ramses Says:

    “e então você desce e… tem toda uma dungeon te esperando (cheia de preços-armadilha!)” E se fosse aqui, no fim da escada ia ter uma vendedora de tocaia, pulando na sua frente e sorrindo retardadamente “oiiiii, vamos levar o quê hojeeeee?” XD
    Você caiu nessa porque não rolou um Perception antes!

    Eu ainda fico passado vendo esses estilos tão incomuns ficarem tão bonitos e harmoniosos, é tudo muito legal.

    E Petra, “Vivienne Westwood” e “preço barato” nunca aparecem juntos numa mesma frase, mesmo sendo em um brechó! Se já era caro antes, depois de NANA os preços devem ter ido a estratosfera aí no Japão!

    Não viu a loja do Mana, a Moi-même-Moitié? Essa sim tem itens que custam um rim e o baço, mas são muito bonitos!

    Abraço!

  7. Atmo Says:

    Eu juro que li Aracaju!

  8. Vivian Says:

    Nem sei que estilo é esse da sétima foto, parece até com moda de carnaval… mas o da foto em seguida me lembrou os kimonos bem coloridos e chamativos que grupos de dança têm usado ultimamente.

    Enfim, gostei muito do post. *-* Gostinho de Harajuku!

  9. Yuna Says:

    Cara, que legal andar por lá!! Deve ser tipo uma 25 de março fashion mesmo né, até pela quantidade de gente circulando e panz… Só fico chateada das coisas serem geralmente tão caras, mas como as coisas lá no Japão são geralmente fofas, nesse tipo de moda, mesmo o mais baratinho a gente ainda sai ganhando XD

    Po, isso que você falou das japas andarem bem vestidas e tal… eua cho super legal, aqui no Rio é complicado porque quando tá no verão a gente quer mais é andar pelado, por isso que eu adoro o inverno, as pessoas se vestem bem melhor… O único problema é que aqui n Brasil a possibilidade de se encontrar gente sem noção na rua é muito grande õ.o” E se a gente se veste mais arrumado o povo fica comentando (não sei por que, afinal, se eu tenho bom gosto e condição de me vestir bem, não é um problema)

    Só não concordo muito com essa parte delas baterem morrerem de frio pra continuar no glamour… sempre tem um jeitinho que se dá pra não sentir frio e continuar linda, vá XD Uma saia com uma meia bonita dá um tchã legal no visual.

  10. Christian Says:

    Muito bom seu Blog!
    Cada vez mais emocionante essa viagem e mal espero para mais aventuras que você tah passando por aí. Olha que eu vou cobrar os posts que você prometeu heim… ^^

    Hey Petra, como você fez esse Blog? Foi em algum site de Blogs que ensinam e etc… ou outra forma?
    Poderia passar o link (se for o caso), eu estava querendo fazer um pra mim… >.<

    Thanks! o/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: